CONAMP lamenta morte de Susana Rivadavia, promotora de Justiça do Uruguai

O presidente da CONAMP, Victor Hugo Azevedo, em manifestação enviada ao comitê executivo da Federación Latinoamericana de Fiscales, lamentou o falecimento de Susana Rivadavia, fiscal adjunta do Ministério Público do Uruguai (cargo semelhante ao de promotora de Justiça no Brasil). De acordo com a imprensa uruguaia, Suzana veio a óbito por sobrecarga laboral e estresse.

Victor ainda reiterou apoio à luta institucional por condições dignas de trabalho. “Coloco-me à disposição de todos para quaisquer troca de experiências, parcerias ou necessidades futuras”, disse.

Confira a íntegra da mensagem enviada:

Estimados colegas,

Gostaria, primeiramente, de justificar minha ausência do grupo, em função de compromissos pessoais.
Mas quero, em nome da Associação dos Membros do Ministério Público brasileiro (CONAMP), entidade que representa cerca de 15 mil membros do MP brasileiro, manifestar nosso imenso pesar pelo falecimento da fiscal adjunta Susana Rivadavia.

Nesta ocasião, reitero apoio à luta da Associação de Magistrados do Ministério Público e Fiscal do Uruguai por condições dignas de trabalho e os votos de que melhorias sejam prontamente implementadas nas carreiras de fiscal e Ministério Público do Uruguai.

Ciente de que a atuação de todos os Membros do Ministério Público latino-americano é de extrema importância – e de que nossas reivindicações são semelhantes, coloco-me à disposição de todos para quaisquer troca de experiências, parcerias ou necessidades futuras.

Saudações ministeriais,

VICTOR HUGO AZEVEDO 
Presidente CONAMP