ATMP comemora os 22 anos de trabalho de promotores de Justiça no MPTO

Imagem

A Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP) tem a honra de comemorar os 22 anos de atuação dos associados Adriano César Pereira das Neves, Alzemiro Wilson Peres de Freitas, Sterlane de Castro Ferreira, Valéria Buso R. Borges e Waldelice Sampaio Moreira Guimarães no Ministério Público do Estado do Tocantins (MPTO), neste dia 6 de outubro.
 
O promotor de Justiça Adriano César iniciou sua carreira na promotoria de Justiça de Itacajá. Passou pela promotoria de Justiça de Pedro Afonso e 3ª promotoria de Justiça de Araguaína. Desde 2009, cumpre suas funções na 28ª promotoria de Justiça da Capital.
 
O promotor de Justiça Alzemiro iniciou sua carreira na promotoria de Justiça de Novo Acordo. Atuou também na 3ª promotoria de Justiça de Gurupi, 6ª promotoria de Justiça de Araguaína e a partir de 2016 tem cumprido suas funções na 4ª promotoria de Justiça da Capital.
 
A promotora de Justiça Sterlane atuou inicialmente na promotoria de Justiça de Monte do Carmo, seguiu para a promotoria de Justiça de Miranorte, 4ª promotoria de Justiça de Porto Nacional e desempenha seu trabalho na 2ª promotoria de Justiça de Miracema desde 2003.
 
A promotora de Justiça Valéria Buso iniciou seus trabalhos na promotoria de Justiça de Ananás, esteve à frente da promotoria de Justiça de Filadélfia, 2ª promotoria de Justiça de Araguaína. Atua, desde 2002, na 10ª promotoria de Justiça de Araguaína.
 
A promotora de Justiça Waldelice começou sua carreira na promotoria de Justiça de Axixá, passou pela promotoria de Justiça de Peixe e 7ª promotoria de Justiça de Gurupi. É titular da 5ª promotoria de Justiça de Gurupi desde 2007.
 
A ATMP, através de seu presidente, Luciano Casaroti, destacou a importância de comemorar o 22º aniversário de trabalho dos promotores de Justiça Adriano, Alzemiro, Sterlane, Valéria e Waldelice, ingressos na carreira tocantinense por meio do 5º Concurso para a Carreira do MPTO, agradecendo-lhes pelos relevantes serviços prestados ao Tocantins durante mais de duas décadas.