ATMP consulta seus associados quanto à possível retomada ao trabalho presencial do MPTO

Imagem

Considerando o disposto na Resolução nº 322, de 1º de junho de 2020, do Conselho Nacional de Justiça, que trata da retomada dos serviços presenciais no âmbito do Poder Judiciário, e levando-se em conta as ações necessárias para prevenção do contágio pela Covid-19, a  Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP) elaborou um questionário para consultar seus associados quanto à possível retomada ao trabalho presencial do Ministério Público do Tocantins.

O objetivo da consulta é coletar as opiniões dos associados da ATMP para eventual formulação de requerimento à Procuradoria-Geral de Justiça referente ao retorno ou não do trabalho presencial no âmbito do MPTO. O questionário é formado por 17 perguntas objetivas.

A diretoria da Associação entende que é importante a participação dos membros  e acredita que todos podem contribuir para a formulação de uma estratégia. “É evidente que o retorno presencial requer uma atenção maior quanto às medidas preventivas e os membros, com base no conhecimento da realidade de sua localidade, têm condições de opinar sobre quais medidas serão necessárias para garantir a saúde dos integrantes”, disse o presidente da ATMP, Luciano Casaroti.

O questionário será encaminhado por e-mail e pelo whatsapp e o associado deverá respondê-lo até o dia 06 de junho.