Presidente da ATMP integrará Corregedoria Nacional do Ministério Público

Imagem

A presidente da Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP), Jacqueline Orofino, foi convidada a integrar a assessoria da Corregedoria Nacional do Ministério Público. O anúncio foi feito pelo corregedor nacional, Rinaldo Reis Lima, durante a solenidade de encerramento das correições extraordinárias realizadas no Ministério Público do Tocantins, nesta quinta-feira, 26.

 

O corregedor nacional elogiou a atuação da promotora de Justiça “É a nossa mais nova integrante da Corregedoria Nacional e, desde já, seja bem-vinda ao nosso time. Tenho certeza de que Jacqueline desempenhará um brilhante papel junto ao MP brasileiro”, declarou.  

 

A presidente da ATMP afirmou que este será um dos maiores desafios de sua  carreira. “Estou extremamente feliz e honrada com o convite feito pelo corregedor nacional para fazer parte da equipe do Conselho Nacional do Ministério Público. Farei o melhor para dignificar e elevar o nome do Ministério Público do Estado do Tocantins”.  

 

Jacqueline Orofino continua à frente da ATMP até o dia 11 de dezembro, quando acontece a posse da nova diretoria da entidade para o biênio 2020/2022, que será presidida pelo promotor de Justiça Pedro Evandro de Vicente Rufato.

 

Perfil 

Jacqueline Orofino integra o Ministério Público do Tocantins desde 2004. Atualmente, é titular da 14ª Promotoria de Justiça da Capital, preside a Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP) e coordena o Centro de Apoio às Promotorias de Justiça da Cidadania, dos Direitos Humanos e da Mulher, bem como o Núcleo Maria da Penha.