Associados da ATMP obtêm movimentação na carreira com julgamento de editais de promoção/remoção

Imagem

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) realizou, nesta quarta-feira, 09, a última Sessão Ordinária do ano de 2020 e julgou 23 editais de concursos de  remoção/promoção para 1ª, 2ª e 3ª entrâncias.

Confira:

3ª Entrância

14ª Promotoria de Justiça de Araguaína – Pedro Jainer Passos Clarindo – Removido pelo critério de antiguidade

4ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional – Celsimar Custódio – Removido pelo critério de merecimento

1ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional – Breno de Oliveira Simonassi - Removido pelo critério de antiguidade

20ª Promotoria de Justiça de Capital – André Ricardo Fonseca Carvalho - Removido pelo critério de merecimento

6ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional – Luiz Francisco de Oliveira – Removido pelo critério antiguidade

3ª Promotoria de Justiça de Guaraí – Milton Quintana – Removido pelo critério de merecimento

2ª Promotoria de Justiça de Colinas do Tocantins – deserto

2ª Promotoria de Justiça de Dianópolis – deserto

 

2ª Entrância

Promotoria de Justiça  Miranorte – Anton Klauss – Removido pelo critério de antiguidade

Os editais dos concursos de remoção/promoção para as Promotorias de Justiça de Araguaçu, Natividade, Filadélfia, Colmeia, Ananás,  Cristalândia, Itaguatins, Paranã e de Xambioá foram considerados desertos.

 

1ª Entrância

Promotoria de Justiça Wanderlândia – Saulo Vinhal – Promovido pelo critério de antiguidade

Promotoria de Justiça de Araguacema– Eduardo Guimarães Ferro - Promovido pelo critério de antiguidade

Promotoria de Justiça de Pium – Janete Santos de Sousa Intigar – Promovida  pelo critério de merecimento

Os editais para preenchimento das vagas das Promotorias de Justiça de Aurora do Tocantins, Almas, Goiatins e Itacajá não obtiveram inscritos.

O trânsito dos membros que movimentaram na carreira se dará a partir de quinta-feira, 10, exceto para os promotores Eleitorais, que permanecerão até 1º de março.

O CSMP apreciou o requerimento formulado pelos associados Ana Lúcia Bernardes e Rafael Pinto Alamy, promotores de Justiça e titulares das 4ª e 9ª Promotorias de Justiça de Gurupi, respectivamente, solicitando remoção por permuta das referidas Promotorias de Justiça. Os membros do Conselho autorizaram a permuta.