Vice-Presidente da ATMP participa de encontro sobre Infância e Juventude em Pernambuco

Imagem

O vice-presidente da Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP), o Promotor de Justiça Sidney Fiori Júnior, que também é Coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Infância e Juventude (CAOP IJ) do Ministério Público do Tocantins (MPTO), foi um dos palestrantes de um debate, que acontece no Ministério Público de Pernambuco (MPPE), sobre a implementação de políticas públicas que atendam efetivamente a área da Infância e da Adolescência. Fiori falou sobre Fundo da Infância e Adolescência -FIA, desenvolvido em Araguaína.

O evento acontece entre os dias 09 e 11 de outubro e é uma realização do MPPE por meio da Escola Superior do Ministério Público (ESMP).

“É sempre uma honra representar o MPTO, ainda mais para compartilhar a nossa experiência de um trabalho desenvolvido no Tocantins e que é exemplo para a atuação de outros membros em seus Estados”, afirmou Sidney.

O FIA
Através de doações em dinheiro para o Fundo da Infância e Adolescência – FIA, o valor pode ser deduzido do Imposto de Renda do cidadão ou da empresa. Todo o recurso arrecadado é investido em projetos sociais selecionados e a prestação de contas é pública.

Ação é uma iniciativa conjunta das Promotorias da Infância e Juventude e da Saúde de Araguaína, que visa propiciar o fortalecimento da política de atenção a crianças e adolescentes na cidade, como por exemplo, a necessidade de instalação de uma UTI pediátrica no município.

O Fundo é coordenado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA. Os recursos do FIA estão sujeitos à fiscalização de todos os órgãos de controle administrativo e são acompanhados pelo Ministério Público.