Presidente da ATMP integra conselho fiscal da CONAMP para o biênio 2018/2020

Imagem

Luciano Casaroti, presidente da Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP), tomou posse como membro do Conselho Fiscal da Conamp para o biênio 2018/2020. A solenidade aconteceu na noite desta terça-feira, 13, em Brasília, ocasião em que também foi empossada a nova diretoria da entidade. A  Conamp será presidida pelo promotor de Justiça Victor Hugo Azevedo.

Os associados da ATMP João Rodrigues Filho, Corregedor-Geral do Ministério Público do Tocantins, e Francisco Rodrigues de Souza Filho, Chefe de Gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça, prestigiaram a cerimônia.

Luciano Casaroti afirmou que essa nova missão é uma grande responsabilidade. “Estamos cientes do grande desafio que assumimos devido ao momento em que o Ministério Público se encontra. Há projetos que colocam em risco a atividade funcional dos integrantes do Parquet e estamos imbuídos em combater essas ações, que ferem as prerrogativas dos membros do MP”, destacou Casaroti.

O Chefe de Gabinete da PGJ, Francisco Rodrigues Filho, enfatizou o brilhante trabalho que Luciano Casaroti vem desempenhado à frente da instituição. “A competência e o dinamismo do Promotor Luciano foram credenciais para a sua escolha na nova diretoria da Conamp. Não tenho dúvidas de que sua contribuição resultará em grandes vitórias e conquistas na luta pela manutenção dos nossos direitos e garantias constitucionais”, disse.

Também compartilhou do mesmo pensamento o Corregedor-Geral do Ministério Público, João Rodrigues Filho, que já conduziu a Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP) por vários mandatos. “Sermos representados em âmbito nacional por Luciano Casaroti é resultado da seriedade com que ele tem atuado à frente da ATMP. Desejo-lhe êxito no desempenho de mais essa função. O MPE tem sido agraciado com a atuação de jovens membros como o presidente da Associação”, frisou.

“Vou lutar muito, com todas as minhas forças, para preservar o modelo de Ministério Público consagrado pela Constituição Federal de 1988; para assegurar dignidade remuneratória aos membros do MP; e para ajudar a transformar esse país em um lugar em que tenhamos orgulho de viver. Esse é o compromisso que assumo”, disse o Presidente empossado, promotor de Justiça Victor Hugo.

Confira a íntegra da composição da Conamp.