Ana Paula e Márcia recebem Diploma Mulher Cidadã Guilhermina Ribeiro da Silva

Imagem

Fotos: Ronaldo Mitt

A ATMP prestigiou a sessão solene da Assembleia Legislativa, representada pela 2ª Tesoureira, Flávia Sousa Rodrigues, que homenageou a procuradora de Justiça Ana Paula Reigota Ferreira Catinie e a promotora de Justiça Márcia Mirele Stefanello Valente, com a entrega do Diploma Mulher Cidadã  Guilhermina Ribeiro da Silva. A ATMP destaca que a homenagem é um reconhecimento ao trabalho realizado por Ana Paula e Márcia em prol da sociedade.

A honraria foi entregue para 24 mulheres durante a sessão solene, realizada na manhã desta quarta-feira, 13, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no último dia 8.

A procuradora Ana Paula, que também é associada na ATMP, destacou que é uma honra receber o diploma, que faz referência a uma mulher que teve uma grande atuação em defesa da cidadania e das mulheres. Ana Paula ressaltou que a democracia desigual no Brasil ainda é permeada por discriminação e as mulheres são menos valorizadas e têm mais dificuldades. Ela destacou que almejar um mundo melhor passa pelo empoderamento e respeito às mulheres.

Diploma

O nome do diploma é em referência a Guilhermina Ribeiro da Silva, Dona Miúda (1928-2010), que foi uma personalidade ímpar na comunidade do Mumbuca, povoado de Mateiros, no Jalapão, Leste do Tocantins. Uma das matriarcas do povoado, precursora da arte de trabalhar com o capim dourado, Dona Miúda herdou este talento da sua mãe, que por sua vez havia aprendido com a avó.

Além dos seus conhecimentos e através da sua personalidade forte e determinada, Dona Miúda foi figura fundamental para a difusão do artesanato em capim dourado no Brasil e no exterior.