Nova Diretoria e Conselho Fiscal da ATMP são empossados

Imagem

Foram empossados nesta sexta-feira, 11, os membros da nova Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal da Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP) para o biênio 2020-2022. Devida às restrições exigidas pelo momento, a solenidade foi realizada de forma virtual. Prestigiaram a videoconferência mais de 60 pessoas entre associados, autoridades locais e nacionais.

Tomaram posse o Presidente da ATMP, Pedro Evandro de Vicente Rufato; os associados Tarso Rizo Oliveira Ribeiro (Vice-Presidente); Argemiro Ferreira dos Santos Neto  (1º Secretário); Flavia Souza Rodrigues Cunha (2ª Secretária); João Rodrigues Filho (1º Tesoureiro); Gilson Arrais de Miranda (2º Tesoureiro); Ana Lúcia Gomes Vanderley Bernardes (Diretora de Patrimônio); e Isabelle Rocha Valença Figueiredo (Diretora de Relações Públicas).Para o Conselho Fiscal foram eleitos os associados André Ricardo Fonseca Carvalho, Fernando Antonio Sena Soares e Rui Gomes Pereira da Silva Neto. Como suplentes, foram empossados os associados Adriano Pereira Neves, Gustavo Schult Junior e Paulo Sérgio Ferreira de Almeida.

A Promotora de Justiça Jacqueline Orofino, que deixou a presidência da ATMP, agradeceu o apoio de todos e desejou sucesso aos colegas. “Pelo tempo que estive à frente da ATMP pude contar com o apoio de todos. Sinto-me honrada de fazer parte desta entidade, me dediquei ao cargo e finalizo este ciclo desejando sorte e sucesso aos novos integrantes da ATMP”, disse Jacqueline.

O Corregedor-Geral do Ministério Público, Marco Antônio Alves Bezerra enfatizou em seu discurso o trabalho realizado pelo presidente da ATMP junto à Corregedoria do MPTO. “Tive a honra de trabalhar junto com o Dr. Pedro Evandro e tenho certeza que ele levará para a ATMP todo o seu comprometimento, responsabilidade e lealdade. Boa sorte a todos da nova gestão”, afirmou.

A Procuradora-Geral de Justiça (PGJ) do Ministério Público do Tocantins (MPTO), Maria Cotinha Bezerra Pereira parabenizou os empossados. “O Ministério Público tem passado por um momento de questionamentos e a ATMP terá um papel fundamental na defesa das prerrogativas dos membros do MP. Desejo boa sorte nesta nova jornada aos integrantes da diretoria e reforço meu comprometimento com a categoria. Contem comigo”, finalizou a PGJ.

O presidente da ATMP, Pedro Evandro, agradeceu a participação de todos os presentes, da contribuição à categoria dos ex-presidentes da ATMP e o apoio de seus familiares. Em seu pronunciamento reafirmou o compromisso e a responsabilidade com a entidade. “Pautarei minha conduta à frente da ATMP com equilíbrio e ponderação. Primarei pelo diálogo com a classe e estaremos abertos para ouvir críticas e sugestões. Meu compromisso será zelar pela autonomia e independência da ATMP, buscando estar sempre ao lado dos nossos associados”, finalizou Rufato.

Também prestigiaram a solenidade de posse o vice-presidente da CONAMP, Tarcísio José Sousa Bonfim; a Corregedora-Geral da Defensoria Pública do Tocantins, Irisneide Ferreira dos Santos; Conselheira da Ordem dos advogados do Brasil (OAB) seccional TO, Alessandra Muniz; presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Tocantins (Asmeto), Odete Batista Dias Almeida; presidente da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Tocantins (ADPETO), Guilherme Vilela Ivo Dias; presidente da Associação dos Procuradores do Estado do Tocantins (APROETO), Ana Flávia Cavalcante; do  vice-presidente da Associação dos Procuradores Municipais de Palmas (APROMP), Esther de Amorim Marinho Sio; vice-presidente da Associação do Ministério Público de Minas Gerais; Francisco Chaves Generoso, entre outros.

Perfil do Presidente

Pedro Evandro de Vicente Rufato é natural de Brodowski - SP. Formado pela Universidade Estadual Paulista - UNESP, pós-graduado em Direito Processual Civil e Ciências Criminais pela PUC de Minas Gerais e em Estado de Direito e Combate à Corrupção pela ESMAT. Ingressou no Ministério Público do Tocantins em 2004, onde exerceu suas funções nas Comarcas de Ananás, Tocantinópolis, Itaguatins, Natividade, Almas, Guaraí e Gurupi. Desde 2015, assessora o Corregedor-Geral do Ministério Público.